As 7 Melhores Lições de Warren Buffett Para os Formandos de 2016!

1694

1. Trabalhe para a pessoa ou empresa que você mais admira

conselho dos bilionários
Charlie Munger, Bill Gates e Warren Buffett em uma entrevista para a CNBC – Crédito: www.cnbc.com

Warren Buffett diz que frequentemente perguntam para ele: “Onde eu devo trabalhar após me formar?”

“Eu tenho uma resposta simples” diz Buffett, “e a coisa mais certa a se fazer é ir trabalhar para alguma instituição ou pessoa que você admira. Quero dizer, é uma loucura aceitar um emprego apenas porque ele te dará um bom currículo, ou porque você irá começar ganhando um pouco mais.

Eu estava em Massachusetts algum tempo atrás, e um jovem muito simpático, estudante da Harvard Business School me buscou no aeroporto. E ele disse, ‘Veja. Eu estudei ali, depois trabalhei para a empresa X e Y e Z, e agora estou aqui.’ E então falou, ‘Eu acho que o meu currículo ficaria perfeito se agora fosse trabalhar para uma grande empresa de consultoria. E eu disse, ‘Bem, isso é o que você quer fazer?’ E ele disse, ‘Não’, mas disse, ‘Isso é ter o currículo perfeito.’ E então eu disse, ‘Então quando você vai começar a fazer o que realmente gosta?’ E ele disse, ‘Algum dia chegarei nesse ponto.’ E eu disse, ‘Bem, você sabe, os seus planos são muito parecidos com adiar o sexo para a velhice. Isso não faz muito sentido.”

Posteriormente, durante a palestra para a turma deste aluno, Warren Buffett disse assim: ‘Vá trabalhar para quem você mais admira. Você não se arrependerá. Irá saltar da cama todas as manhãs e irá se divertir’.

Algumas semanas depois, a pessoa que o convidou para fazer a palestra, ligou para Buffett e disse assim: ‘O que você disse para aqueles garotos? Todos eles estão trabalhando por conta própria. Você tem que tomar um pouco de cuidado com este conselho.'”

Porque você deveria se cercar de pessoas que você mais admira?

Aqui está a lição que Warren Buffett aprendeu ao gastar parte do seu verão cumprindo a sua obrigação e trabalhando na Guarda Nacional.

“Era uma organização bem democrática. Quero dizer, o que você faz fora dela não importava muito. Para se encaixar, tudo o que você tinha que fazer era ler história em quadrinhos. Uma hora após eu chegar lá, eu estava lendo história em quadrinhos. Todo mundo estava lendo história em quadrinhos, então porque eu não iria? O meu vocabulário encolheu para quatro palavras, e você pode imaginar quais eram.

Eu aprendi que vale a pena se cercar de pessoas melhores que você, porque você subirá na vida. E se você ficar com pessoas que se comportam pior que você, em breve começará a descer. É assim que funciona.”

2 – Copie os hábitos das pessoas mais bem sucedidas que você conhece.

Warren Buffet jato particular
Warren Buffett em seu jato particular — O bilionário demorou muito tempo para acostumar com a ideia de ter seu próprio avião, mesmo com um patrimônio de dezenas de bilhões de dólares. Constrangido, nomeou o seu primeiro avião de ‘O indefensável’.

Aqui está mais um brincadeira genial que Warren Buffett fez com os alunos do MBA:

Imagine que você possa escolher comprar qualquer um da sua classe, para ganhar 10% do que ele ganhará pelo resto de sua vida. Quem você escolheria?

“O que passará pela a sua cabeça na decisão de escolher algum destes alunos? Você não pode escolher aquele que tem o pai mais rico, assim não vale. Os ganhos terão que ser por méritos próprios. Mas, você provavelmente não escolherá a pessoa com as maiores notas.

Quero dizer, não há nada de errado em tirar as maiores notas da classe, mas esta não é a qualidade que irá distinguir o grande campeão do resto da manada…Todos vocês tem as habilidades necessárias, caso contrário não estariam aqui. Todos vocês tem a energia necessária. A iniciativa está aqui, a inteligência está aqui. Mas alguns de vocês serão mais bem sucedidos que outros.

Na verdade, se tratará de um punhado de qualidades que, curiosamente, são próprias. Quero dizer, não será baseado no quão alto você é. Nem se você consegue chutar uma bola de futebol a uma distância de 60 yards (54,6 metros). Também não levarão em consideração se você consegue correr 100 yards em 10 segundos. Também não será levarão em conta se você é a pessoa mais bonita da sala…Se trata de integridade, honestidade, generosidade, é a disposição de fazer mais do que a sua parte, e todas estas qualidades são qualidades próprias.”

Agora, imagine que você possa vender a descoberto algum de seus colegas – você terá que pagar por 10% de tudo o que ele fizer. Quem você escolheria?

“Novamente, não será a pessoa com as menores notas ou algo do tipo. É a pessoa que tem falhas de caráter.

Nós procuramos três coisas quando contratamos pessoas. Nós procuramos inteligência, procuramos iniciativa ou energia, e procuramos por integridade. E se você não tiver a última coisa, as duas primeiras irão matar você, porque se você for escolher alguém sem integridade, é melhor que ela seja preguiçosa e burra. Você não vai querer que ela tenha muita energia. Então o segredo é essa terceira qualidade. Mas tudo sobre essa qualidade é da sua escolha.”

Agora olhe para essas duas pessoas. Escreva as qualidades da pessoa que você queria comprar 10% e pergunte a si mesmo, ‘Existe algo nessa lista que eu não consigo fazer?’. Buffett diz que não. “Agora olhe para a pessoa que você quer vender a descoberto e olhe para as características que você não gosta. Você enxerga alguma delas em você, que você não pode se livrar?”. Warren Buffett então conclui:

“Ben Franklin fez isso e meu antigo chefe, Ben Graham, também fez quando era jovem. Ben Graham olhou em volta e se perguntou, ‘Quem eu admiro?’. Ele queria ser admirado e então se perguntou novamente, ‘Por quê eu admiro estas outras pessoas?’ E então pensou ‘Se eu admiro estas pessoas por estas razões, talvez outras pessoas irão me admirar, se eu me comportar de maneira semelhante.’ E então ele decidiu se comportar como o tipo de pessoa que ele gostaria de ser.

E se você seguir isso, no fim das contas irá se tornar a pessoa que você quer comprar os 10%. Este é o objetivo no fim das contas, e isso é uma coisa atingível por todos nós.

3 – Invista em si primeiro.

Warren Buffett explicou como Charlie Munger se tornou bem sucedido bem antes de eles se conhecerem:

Charlie Munger Habitos
Conversa com Charlie Munger na Michigan Law School – Crédito: http://www.law.umich.edu/

“Charlie, como um jovem advogado, ganhava provavelmente 20 dólares por hora. Ele pensou consigo mesmo, ‘Quem é meu cliente mais valioso?’ E ele percebeu que era ele mesmo. Então ele decidiu se vender uma hora todos os dias. Ele fazia isso bem cedo de manhã, trabalhando em projetos de construção e negócios imobiliários. Todos devem fazer isso, ser o seu cliente, e trabalhar para outras pessoas também, e vender para si uma hora por dia.”

Jonathan Ping do MyMoneyBlog escreveu:

“Eu tenho certeza que ser um advogado bem sucedido seria satisfatório para a maioria das pessoas. Mas se você não está satisfeito com a sua situação atual, porque não trabalha para si mesmo uma hora todo dia? Ao invés de ficar parado sonhando, especifique um tempo para por em prática.”

Shane Parrish da Farnam Street fala sobre a importância de sacrificar confortos de curto prazo por objetivos de longo prazo durante esse tempo:

“É importante pensar sobre o custo de oportunidade desta hora. Por um lado você pode olhar o Twitter, ler algumas notícias online, e responder alguns emails enquanto finge estar terminando o memorial que você deveria estar dedicando a sua atenção. Por outro lado, você pode dedicar um tempo para se aperfeiçoar. No curto prazo, você estará melhor com a injeção de dopamina que o e-mail e o Twitter darão. No longo prazo, o investimento em aprender algo novo e se aperfeiçoar te levará mais longe.

Charlie Munger explica:

“Eu sempre quis melhorar o que eu fazia, mesmo se isso reduzisse a minha renda em algum determinado ano. E eu sempre dediquei um tempo para que eu pudesse jogar o meu jogo de aperfeiçoamento.”

4 – Se torne um aprendiz vitalício

Warren Buffett Livros
Warren Buffett posando para foto em seu escritório. No fundo podemos enxergar alguns de seus livros.

Tanto Warren Buffett quanto Charlie Munger são esponjas de conhecimento, sugando o máximo possível de informações e sabedoria. Warren Buffett hoje lê 500 páginas por dia, mas no começo de sua carreira, ele costumava ler 1.000 páginas por dia!

Aqui estão dois grandes conselhos de Charlie Munger sobre esse assunto:

“Desenvolva um hábito autodidata vitalício através de uma leitura voraz; cultive a curiosidade e se esforce para se tornar um pouco mais sábio todos os dias.”

Vá para a cama mais inteligente do que quando você acordou.

E de Buffett:

Eu apenas leio e leio e leio…Eu sempre gostei de ler.

Eu apenas sento em meu escritório e leio o dia inteiro.

5 – Trate o seu corpo da mesma forma que você trataria o seu carro…se ele fosse o único carro que você fosse ter na vida

warren buffett parabola carro
Warren Buffett, Presidente e CEO da Berkshire Hathaway, na Conferência da the Allen & Co. Media and Technology em Sun Valley, Idaho. Crédito: BLOOMBERG

Quando Warren Buffett dá conselhos a adultos jovens, ele frequentemente menciona a fábula da gênio da lâmpada:

“Quando eu tinha dezesseis anos, eu tinha apenas duas coisas na minha cabeça – garotas e carros,” Buffett falou. “Eu não era muito bom com as garotas. Então eu pensava em carros. Eu pensava em garotas também, mas eu tinha mais sorte com os carros.

Vamos imaginar que quando eu fiz dezesseis anos, um gênio apareceu para mim. E esse gênio disse, ‘Warren, eu vou te dar o carro que você quiser. E ele estará na sua casa amanhã de manhã com um grande laço amarrado nele. Novo em folha. E todo seu.’

Tendo ouvido todas as histórias sobre gênio, eu teria falado, ‘E quais são as condições?’ e o gênio responderia, ‘Há apenas uma condição. Este será o último carro que você terá na sua vida. Então ele terá que durar para sempre.’

Se isso tivesse acontecido, eu teria escolhido este carro. Mas, você imagina o que eu faria com este carro, sabendo que ele seria o único carro da minha vida? Eu leria o manual umas cinco vezes. Eu sempre guardaria ele na garagem. Se aparecesse uma marca ou arranhão, eu consertaria na mesma hora porque não ia querer que enferrujasse. Eu mimaria este carro, porque ele teria que durar uma vida inteira.

Essa é a exata posição que você se encontra agora quando se trata da sua mente e do seu corpo. Você ganha apenas uma mente e um corpo. E ele tem que durar uma vida inteira. Agora, é muito fácil deixar ele funcionando por muitos anos sem se preocupar. Mas se você não cuidar dessa mente e desse corpo, ele estará um caco após quarenta anos, assim como o carro estaria.

É o que você faz agora, hoje, que determina como a sua mente e corpo funcionará daqui a dez, vinte e trinta anos. “

6 – Finja que você tem apenas um cartão que pode ser carimbado 20 vezes para usar nas suas decisões financeiras.

Warren Buffett Filantropia
Em 2015 Warren Buffett doou U$2,8 bilhões para a fundação de Melinda e Bill Gates. O bilionário promete doar 99% da sua fortuna quando morrer. “Não há Forbes 400 no cemitério” diz ele.

Aqui está outra analogia de Warren Buffett:

Grandes oportunidades na vida devem ser aproveitadas. Nós não fazemos muitas coisas, mas quando nós temos a chance de fazer alguma coisa certa e grande, nós devemos fazer. E aproveitar parcialmente é um erro tão grande quanto não aproveitar nada. Você tem que agarrar com vontade quando a oportunidade aparecer. Porque você não terá 500 grandes oportunidades.

Você ficaria melhor se você tivesse um cartão com 20 espaços para ser carimbado. E toda decisão financeira que você tomasse, você gastasse um desses espaços. Você ficaria muito rico, porque pensaria muito bem antes de tomar qualquer decisão. Quero dizer, se você fosse em um cocktail e alguém falasse sobre uma empresa, e estas pessoas sequer entendessem o que a empresa faz, ou não pudessem pronunciar corretamente o seu nome, mas mesmo assim elas tivessem ganhado muito dinheiro em outra empresa parecida na semana passada, você não compraria se tivesse apenas o cartão de 20 espaços.

Existe uma tentação por apostar – principalmente durante bull markets (mercado em alta) – e comprar ações ficou muito fácil. É mais fácil do que nunca agora, porque você pode comprar online. Você apenas clica e ela pode subir um ponto percentual e você fica animado com isso, e você compra outra ação no dia seguinte e assim por diante. Você não pode ganhar dinheiro a longo prazo dessa maneira.

Mas se você tivesse o cartão de carimbos com apenas 20 espaços, e você não fosse ganhar outro ao longo de sua vida, você pensaria por muito tempo antes de tomar qualquer decisão de investimento – e você tomaria boas e grandes decisões. E provavelmente você não usaria nem 20 carimbos na sua vida. Não seria necessário.”

7 –  Desenvolva o seu próprio “Placar Interno”

encontro anual warren buffett
Reunião anual da Berskhire Hathaway, empresa da qual Warren Buffett e Charlie Munger são os maiores acionistas. Os seus encontros anuais atraem mais de 35.000 acionistas que vem de todas as partes do mundo! Crédito: Business Insider

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para finalizar o artigo, Warren Buffett fala que nós não deveríamos nos importar com o que o mundo pensa. Você precisa desenvolver as suas próprias motivações, ou um “Placar Interno”:

“A grande pergunta sobre a forma que as pessoas se comportam é se elas têm um Placar Interno ou um Placar Externo. Será de grande ajuda se você pudesse se satisfazer com um Placar Interno. Eu sempre pergunto desta maneira: “Veja só. Você prefere ser o melhor amante do mundo, mas que todo mundo pensasse que você é o pior amante? Ou você prefere ser o pior amante do mundo, mas que todo mundo pensasse que você é o melhor? Essa é uma pergunta interessante.

Se toda ênfase está no que o mundo vai pensar sobre você, esquecendo da forma de como você vai realmente se comportar, você acabará tendo um Placar Externo”.

Quer conhecer mais sobre a filosofia de Investimento de Warren Buffett? Você pode ler este livro:

 

 

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA