Amazon: 12 Lições de Jeff Bezos sobre Investir e Empreender.

816
  1. jeff-bezos-amazon“Margem percentual não é uma das coisas que estamos procurando melhorar. É o fluxo de caixa livre por ação que queremos maximizar, e se pudermos fazer isso diminuindo as margens,  nós faremos. Então se você puder escolher o fluxo de caixa livre, isso é o que os investidores poderão investir. Investidores não podem investir margens.” “O que importa sempre é o dólar que entra. Empresas não são avaliadas em margens percentuais, mas em quantos dólares ela consegue gerar, e no múltiplo destes dólares.” “Se formos forçados a escolher entre melhorar a aparência do nosso balanço contábil ou maximizar o valor presente do nosso fluxo de caixa futuro, nós ficarmos com o fluxo de caixa.”

Jeff Bezos é muito focado no seu “fluxo de caixa livre por ação”. Você verá muitas pessoas falando sobre o foco da Amazon no “crescimento” vs margens, mas o foco verdadeiro é no fluxo de caixa livre. Jeff Bezos falou sobre a sua visão sobre o o fluxo de caixa livre na sua carta aos acionistas de 2004. Ele não irá comandar a Amazon baseado em um índice que é adorado por analistas de Wall Street. Se você quer saber se a métrica do fluxo de caixa livre da Amazon funciona, basta dar uma olhada para a Xiaomi e Alibaba na China, que também são focadas nesta métrica.

2. “A sua margem é a minha oportunidade.”

Jeff Bezos vê o amor dos concorrentes pelas margens e outros índices financeiros como uma oportunidade para Amazon, já que os concorrentes irão focar nisso e diminuir o ritmo, enquanto a Amazon passa por eles como uma faca quente na manteiga.

3. “A liderança no mercado pode ser traduzida diretamente por maior faturamento, maior lucratividade, maior giro de capital e, consequentemente, um retorno maior sobre o capital investido.” 

Jeff Bezos sabe muito bem como usar escala para levar vantagem. Ele também sabe como maximizar o fluxo de caixa livre, giro do capital e estoque de uma forma impressionante. Quando Jeff Bezos precisa de escala ou tamanho em um determinado negócio, o ataque aos seus concorrentes será de um tamanho desproporcional.

Nesta altura o leitor pode estar esperando que eu dê a minha opinião sobre o valor das ações da Amazon. Eu darei aos leitores uma metodologia, não um número. Se você não puder calcular o seu próprio valor, assim como os 97% dos investidores, você deveria investir em um fundo de ações. Se você quer uma simples dica numérica, existe muitos blogs e escritores que darão para você. Se você investe em ações baseado nestas dicas, o seu desempenho ficará em algum lugar entre péssimo e horrível. Ao dar alguma avaliação para os leitores apenas irei encorajar um comportamento errado de investimento.

Eu direi que para gerar o retorno do capital investido necessário para suportar o preço da ação atual, você precisa acreditar que o fluxo de caixa irá, em algum ponto no futuro, aumentar significantemente mais rápido do que a necessidade da Amazon por capital novo. Através desta teoria, à medida que a despesa com capital cai, a depreciação crescerá mais devagar, o resultado financeiro será menos impactado. Esta teoria requere que você acredite que a Amazon irá gerar um “fosso” através do poder de sua marca, propriedade intelectual, economias de escala, abrangência de mercado, rede de parceiros. O quanto o fosso de uma empresa irá crescer ou decrescer é uma medida qualitativa, e não quantitativa.

4. “Na internet, as empresas são negócios de escala, caracterizado por altos custos fixos e custos variáveis relativamente baixos. Você pode ter dois tamanhos: Você poderá ser grande ou pequeno. É muito difícil ser médio. Muitas empresas médias tiveram o tapete financeiro puxado antes mesmo que pudessem ficar grandes.”

Jeff Bezos fala sobre o que Michael Porter chamou de “presa no meio”. Uma empresa “presa no meio” tem deficiência de escala e escopo, e também de capital, ao contrário das grandes empresas. Mas é muito grande para também buscar uma estratégia efetiva de diferenciação.

 

5. Se tudo que você fizer precisa dar resultado em um horizonte de três anos, então você terá que competir com um monte de gente. Mas se você estiver disposto a investir em um horizonte de sete anos, você agora estará competindo com uma fração destas pessoas, porque poucas empresas estão dispostas a fazer isso. Apenas por alongar o horizonte, você poderá entrar em empreitadas que nunca foram feitas antes. Na Amazon, nós gostamos de trabalhar em coisas que darão resultado em cinco ou sete anos. Nós queremos plantar as sementes, esperar crescer – e nós somos muito obstinados.” “Nós já tivemos três grandes ideias na Amazon que estamos com ela há 18 anos, e eles são a razão de sermos bem sucedidos: Coloque o consumidor em primeiro lugar. Invente. Seja paciente.”

Por investir em um horizonte de sete anos, Jeff Bezos cria um comportamento com uma espécie de “fosso” enquanto as outras empresas que investem pensando no curto prazo fogem desta abordagem de Bezos para preservar os seus índices financeiros.

6. “A força está sempre tendendo para o lado dos consumidores e longe das empresas…o consumidor está fortalecido…A maneira certa de responder a isso se você é uma empresa, é colocando a maior parte de sua energia, atenção e dólares para criar um excelente produto ou serviço e colocar uma pequena parte do esforço falando sobre isso, divulgando isto. Se eu criar um ótimo produto ou serviço, os meus consumidores irão contar para outros…No mundo antigo, você dedicava 30% do seu tempo construindo um produto ou serviço maravilhoso e 70% do seu tempo divulgado isto. No mundo novo, isso inverteu.” “A sua marca é formada primeiramente não pelo o que sua empresa diz sobre si mesmo, mas pelo o que ela faz.”

A essência de um negócio é a capacidade de conquistar clientes de maneira econômica. Os melhores negócios conseguem clientes “orgânicamente” sem publicidade. Ótimos produtos e o poder do boca a boca que cria as vendas destas empresas. Por outro lado, empresas que precisam vender as suas mercadorias através de grandes orçamentos de publicidade estão perdendo os seus diferenciais na era da Internet. As propagandas de Televisão permitiram a criação do mercado de massa das marcas criadas por propaganda, mas a Internet está “desfazendo” muitas vezes.

7. “Nós iremos tomar decisões de investimento ousadas ao invés de tímidas quando enxergarmos uma boa probabilidade de ganhar a liderança de mercado. Alguns destes investimentos irão dar retorno, outros não, e nós iremos aprender outra lição valiosa em ambos os casos.” 

Jeff Bezos busca oportunidades de investimento no qual a probabilidade de dar errado é relativamente baixa, e a de dar certo, relativamente alta. E naturalmente a falha não pode ser totalmente evitada mas mesmo assim, ele poderá tirar lições valiosas dela.

8. “Sempre haverá serendipidade envolvida na descoberta.” “Se você dobra o número de experimentos que faz por ano, você irá dobrar a sua inventividade.” “Mesmo os especialistas podem atrasar a inovação. Quando a plataforma é self service, até ideias improváveis podem ser testadas porque não há nenhum expert para falar ‘isso nunca irá funcionar!'”

Bezos sabe que nem sempre a inovação sai do lugar ou da pessoa mais provável. Muitas vezes ela vem de pessoas comuns. De ideias que surgem “sem querer”.

9. “Eu acredito que você tem que estar disposto a ser mal entendido se você irá inovar.”

Você não pode superar o mercado se você é o mercado. Similarmente, você tem que adotar uma visão contrária da multidão e estar confiante sobre ela para superar os concorrentes. A forma como Jeff Bezos comanda a Amazon quando se trata da disposição de ser mal entendido é exatamente a forma que muitos investidores de sucesso agem.

 

10. “Eu acho que frugalidade trás inovação, assim como outras restrições também. Uma das poucas maneiras de sair de uma caixa apertada é inventar o caminho de saída.”

Mais dinheiro frequentemente significa mais problemas. Empresas com muito dinheiro geralmente são menos inovadoras. Uma frase muito utilizada por investidores de risco e empreendedores é: “Não temos dinheiro, então precisamos pensar.”

11. “Se você decidir que irá fazer apenas as coisas que irão funcionar, você deixará muitas oportunidades passarem. Empresas raramente são criticadas pelas coisas falharam em tentar. Mas elas são, muitas vezes, criticadas pelas coisas que elas tentaram e falharam.”

Isso é o que Warren Buffett chama de “erro por omissão” e eles podem ser os maiores de todos. Warren Buffett disse desta forma: “Normalmente, nossos maiores erros são por causa da omissão. Isso trouxa para mim e para o Charlie [Munger] algum constrangimento, já que você não consegue enxergar estes erros; mas as suas invisibilidades não reduzem os seus custos.”

12. “A melhor coisa sobre as decisões baseadas em fatos é que elas sobrepõem a hierarquia.”

É sábio ser racional, objetivo e desapaixonado ao tomar decisões. É simples assim.

Ps: Sobre a queda de 10% no preço das ações da Amazon, Jeff Bezos adotou a mesma postura “ignore isto” sobre os preços diários de Warren Buffett. Comandar uma empresa para agradar o “bipolar Sr. Mercado” é um caminho errado e ele não fará isso. Jeff Bezos disse: “Eu me importo muito com os nossos acionistas, e por isso eu importo com o preço de nossas ações no longo prazo. Eu não acompanho o preço das ações diariamente, eu não acho que tenha alguma informação nisso. Benjamin Graham disse, “No curto prazo, o mercado é uma urna de votação. No longo prazo, é uma balança.” E nós tentamos construir uma empresa que quer ser pesada e não votada.”

 

Craig McCaw

 

Sobre o autor: Craig MacCaw trabalha para a Microsoft e mantém o blog 25iq.com no qual dá opiniões sobre investimentos, empreendedorismo, tecnologia e tudo mais que acha interessante.

Tradução: buyandhold.com.br

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA