As 10 Marcas de Cerveja Mais Vendidas no Mundo!

817

O mercado global de cerveja está a caminho de faturar U$688,4 bilhões em vendas até 2020. Portanto, ao ter apenas alguns pontinhos de participação de mercado neste enorme faturamento global, uma marca sozinha pode dar bilhões de dólares em lucro anual.

Nos últimos anos, as hierarquia das maiores marcas de cervejas internacionais está sendo totalmente balançada pela crescente demanda chinesa. Não é atoa que entre as 10 mais vendidas no mundo, 4 são chinesas, de acordo com o blog Business Insider.

Eis aqui o ranking das 10 marcas de cervejas mais vendidas do mundo:

10 – Coors Light — Market Share global em volume vendido: 1,3%.

coors-light-cerveja

A Coors Light é uma cerveja canadense. É leve e refrescante, com 4% de percentual alcoólico. Ela é uma cerveja de baixa caloria que está surfando na onda da busca por alimentos mais saudáveis.

A Coors é mais popular nos Estados Unidos, Reino Unido e Canada, mas também tem tentado se espalhar mundialmente. Em 2008, seu dono, Molson Coors, criou a Molson Coors International, com foco no mercado asiático.

9 – Brahma — Market Share global em volume vendido: 1,5%

brahma-cerveja

A Brahma é a cerveja mais popular no Brasil. A pale lager vem em duas variações: Brahma (percentual de álcool de 4,3%) e Brahma Chopp (percentual de álcool de 5%).

O sabor é descrito como “o paladar clássico de uma cerveja lager, forte sabor encorpado, aroma neutro” pelo site RateBeer. A Brahma foi fundada em 1888 pela Companhia Cervejaria Brahma, mas agora é da Ambev, subsidiária da Anheuser-Busch InBev.

8 – Harbin — Market Share global em volume vendido: 1,5%

harbin-cerveja

A Harbin proclama ser a cervejaria mais antiga da China. A leve e refrescante lager é melhor servida bem gelada. Ela possui um percentual de álcool de 4,8%, originada da parte nordeste da China, e agora assim como várias outras da lista tem como dona a Anheuser-Busch InBev.

7 – Heineken – Market Share global em volume vendido: 1,5%

heineken-cerveja

Fundada em 1864 por Gerard Heineken na Holanda, a marca chegou ao posto de uma das principais lager premium do mercado. A popularidade da cerveja se dá graças ao seu sabor leve e ligeiramente doce. Tem um percentual alcoólico de 5%.

A Heineken é conhecida pelo seu marketing altamente criativo. Em 2015, ela foi a segunda empresa da história a ganhar duas vezes o prêmio Creative Marketer of the Year. Na sua última campanha, “Procura-se Bebedores Moderados”, a Heineken encoraja as pessoas a consumir menos o seu produto.

6 – Yanjing — Market Share global em volume vendido: 1,9%

yanjing-cerveja

A Yanjing foi criada em 1980, de acordo com a Bloomberg. Em 1995, foi dada a honra a Yanjing de se tornar a cerveja oficial da China, o que significa ter sido servida Grande Salão do Povo, em fevereiro do mesmo ano.

A sexta cerveja mais vendida do mundo ainda é da Beijing Yanjing Brewery Co. Ela é do tipo pale, vem com uma espuma grossa e tem sabor levemente agridoce, de acordo com RateBeer.

5 – Skol — Market Share global em volume vendido: 2,1%

skol-cerveja

A Skol foi criada através de uma combinação das cervejarias Britânica, Canadense, Sueca e Belga em 1964 com uma intenção explícita de se tornar uma marca internacional.

O nível de álcool  da Pilsen varia ao redor do mundo, mas normalmente é vendida com um percentual alcoólico de 2,8% — fazendo com que ela seja uma das cervejas mais fracas da lista. A sua dona agora também é a Anheuser-Busch InBev.

4 – Budweiser — Market Share global em volume vendido: 2,3%

budweiser-cerveja

A anunciante clássica do Super Bowl fez o seu comercial esse ano com a renomada atriz Dame Helen Mirren.

A Budweiser é uma clássica cerveja americana, e indiscutivelmente a marca mais conhecida nos países de língua inglesa. Ela é conhecida por ter um sabor refrescante e uma cor âmbar.

Ela foi criada nos Estados Unidos em meados dos anos 1800 pela Anheuser-Bush após os fundadores da cervejaria terem observados técnicas de fabricação das lager que eram populares na Europa.

Desde então ela se espalhou por 80 países mundo afora, mas em vários mercados da Europa ela não pode usar o nome Budweiser por causa de uma antiga disputa legal com uma marca de cerveja tcheca Budejovicky Budvar, que também chama a sua cerveja de Budweiser, de acordo com a Time.

3 – Bud Light — Market Share global em volume vendido: 2,5%

budlight-cerveja

Apesar da popularidade da Budweiser, a sua irmã mais nova (e mais fraca), tem maior participação no mercado internacional.

Esta cerveja americana foi criada em 1982. Ela demora mais tempo para ser fabricada, e contem menos açúcar, dando a cerveja uma menor quantidade de calorias. O seu percentual alcoólico é de 4,2%.

2 – Tsingtao — Market Share global em volume vendido: 2,8%

tsingtao-cerveja

A Tsingtao é servida frequentemente na China em garrafas de 640ml com um copo de gelo. É um hábito comum por lá. A cerveja é produzida pela cervejaria Tsingtao Brewery Co, que foi fundada por alemães em Honk Kong em 1916. Desde a sua criação, a cerveja já foca em se tornar uma marca global.

Em 1972, a Tsingtao foi introduzida nos Estados Unidos, onde se tornou a cerveja chinesa mais vendida no país. A participação no mercado global da marca tem crescido pelo menos 0,1% todos os anos desde de 2009.

 

1 – Snow — Market Share global em volume vendido: 5,4%

snow-cerveja

Apesar de suas vendas serem limitadas exclusivamente a um país, a Snow é a cerveja mais popular do mundo.

Não é nenhuma surpresa que ela seja originada da China. As suas vendas explodiram 573% desde 2005, quando ela era apenas a 11ª cerveja mais vendida do mundo, de acordo com a Bloomberg.

A lager é produzida foi criada através de uma joint venture entre a SABMiller e China Resources Enterprise.

O seu sabor é descrito como “muito aguada” e “altamente carbonatada” pelo RateBeer. Ela se tornou popular principalmente pelo seu preço baixo. É vendida por volta de U$1 por litro na China, de acordo com Quartz.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA