Benjamin Graham e a Lógica do Sr. Mercado.

1069

A Lógica do Sr. Mercado

Benjamin Graham, um dos principais mentores do Warren Buffett, criou a melhor parábola que já li a sobre bolsa de valores. Essa parábola se encontra em seu livro chamado “O Investidor Inteligente”. Foi um dos primeiros livros de investimento sobre análise fundamentalista que li. Após a leitura, conclui que tenho espírito fundamentalista e segui este caminho.

Ele basicamente resume que os investidores devem utilizar a bipolaridade do mercado a seu favor. Vale a pena leitura.

Segue o trecho retirado do livro, copiado exatamente como se encontra na página 236:

“Vamos fechar esta seção com algo parecido com uma parábola. Imagine que você possui uma participação pequena em uma companhia de capital fechado que lhe custou U$1.000. Um de seus sócios, chamado Sr. Mercado, é de fato muito prestativo. Todo dia ele lhe informa o que pensa ser o valor de sua participação e, além disso, se dispõe a comprar de você ou vender a você uma participação adicional naquelas bases. As vezes, sua idéia de valor parece plausível e justificada pela evolução e pelas perspectivas do negócio da forma como você as conhece. Por outro lado, o Sr. Mercado deixa frequentemente o entusiasmo ou o receio tomar conta dele e o valor proposto por ele lhe parece pura bobagem.

Se você é um investidor prudente, ou um empresário inteligente, deixaria as comunicações diárias do Sr. Mercado influenciarem sua opinião sobre o valor de uma participação de U$1.000 na companhia? Só se você concordasse com ele ou então desejasse negociar com ele. Você pode ficar feliz em vender para ele quando ele cota um preço ridiculamente alto e igualmente feliz em comprar dele quando seu preço é baixo. No entanto, no resto do tempo, você seria mais esperto se formulasse as suas próprias idéias acerca do valor de sua carteira com base nos relatórios completos da companhia sobre suas operações e posições financeiras.

O verdadeiro investidor está nessa mesma posição quando possui uma ação ordinária listada em bolsa. Ele pode tirar vantagem do preço do mercado diário ou desconsiderá-lo, conforme ditado por suas próprias idéias e inclinação, mas também precisa tomar conhecimento dos movimentos de preços importantes, pois de outra forma seu julgamento será desprovido de uma base. É possível que todos esses movimentos possam dar ao investidor um sinal de alerta ao qual ele deve prestar atenção. Isso, em linguagem clara, significa que ele deve vender suas ações porque o preço baixou, sugerindo que o pior ainda está por vir. Do nosso ponto de vista, tais sinais são, pelo menos, tão enganosos quanto úteis. Basicamente, as oscilações de preço têm apenas um significado importante para o verdadeiro investidor. Elas lhe oferecem uma oportunidade de comprar, com perspicácia quando os preços caem drasticamente e vender com perspicácia quando aumentam demais.Em outros momentos, a melhor atitude para ele é esquecer o mercado acionário e prestar atenção ao retornos de dividendos e aos resultados operacionais de suas companhias.”

Fonte: GRAHAM, Benjamin. O Investidor Inteligente. 4 ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira S.A., 2009, 671 p.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA