Círculo de Competência: O seu sucesso depende dele!

503

 

“Se nós temos algum ponto forte, é de reconhecer quando estamos operando bem dentro do nosso círculo de competência e quando nós estamos nos aproximando do perímetro.” ~ Warren Buffett

Se eu colocasse todas as frases que eu gostaria de colocar neste artigo, ele seria composto apenas por elas. Ainda assim, o leitor conseguiria entender a importância extrema de saber exatamente qual é o seu círculo de competência.

Conhecer o seu círculo de competência é o fator mais determinante para o seu sucesso ou fracasso. Ele sozinho não será suficiente, mas é a base de tudo. É a raiz. Porque sem este autoconhecimento, você acabará em áreas que não combinam com você, que não “é a sua praia”, porque você não é bom nela.

“Se você conhece o seu inimigo e conhece a si mesmo, você não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você conhece a si mesmo mas não conhece o inimigo, para cada vitória você também sofrerá uma derrota. Se você não conhece nem você e nem o inimigo, você irá sucumbir em todas as batalhas.” ~ Sun Tzu

Como uma pessoa que nunca gostou, e nunca foi bom em matemática, pode se formar em engenharia? Uma pessoa que não gosta de cuidar de pessoas, pode ser tornar enfermeira? Ou um veterinário não gostar de bicho?

Parece óbvio, mas eu conheço vários que fazem exatamente isso. E aposto que você conhece também. O problema é que estas pessoas sofrem e fazem todo mundo sofrer, porque elas não gostam do que faz, vivem mal, descontam a insatisfação nos colegas de trabalho, clientes, familiares, amigos… elas não se tornam referências em sua área e nunca serão bem sucedida porque não terão energia e força de vontade para se dedicarem. Não é por acaso que a principal dica das pessoas de sucesso seja “você deve fazer o que gosta.”

Artigo relacionado:  A frase “Trabalhar com o que Ama” vai Destruir os Sonhos dos Jovens!

Uma pessoa perguntou a Charlie Munger, sócio de Warren Buffett, o seguinte:

Como devemos dedicar o nosso limitado tempo na vida, para ter o maior sucesso possível?

Eis a resposta de Charlie Munger:

“Você tem que descobrir quais são suas aptidões. Se você joga um jogo onde as outras pessoas tem as aptidões necessárias e você não, você irá perder. E isso é quase tão certo quanto qualquer previsão que você pode fazer. Você tem que descobrir onde possui vantagem competitiva. E você deve jogar dentro do seu círculo de competência.

Se você quiser se tornar o melhor jogador de tênis do mundo, você pode começar experimentando e logo descobre que não tem jeito — que as pessoas vão sequer prestar atenção em você . Entretanto, se você quiser se tornar o melhor encanador de Bemidji, isso é alcançável por provavelmente dois terço de vocês. Requere vontade. Requere inteligência. Mas após um tempo, você irá gradualmente conhecendo tudo sobre este ramo de negócios em Bemidji e irá dominá-lo. Este é um objetivo atingível, com disciplina suficiente. E as pessoas que nunca poderiam ganhar um torneio de xadrez ou estar dentro da quadra em um respeitável torneio de tênis podem subir muito na vida ao desenvolver aos poucos um círculo de competência — que resulta de parte das qualidades necessárias que nasceram com elas, e parte do que elas aos poucos desenvolvem através da dedicação.”

Eu nunca tinha lido ou ouvido sobre círculo de competência antes, mas esta é uma lógica genial. Porque muitas pessoas inteligentíssimas e competentes falharam em campos básicos da vida, e foram consideradas estúpidas. Mas quase nunca é estupidez. As pessoas simplesmente estavam nos lugares errados.

Todas as pessoas que são boas em alguma coisa sempre dedicaram muito tempo a esta coisa. Elas também acabam negligenciando outras áreas da vida. Não tem problema algum, porque elas delegam decisões nestas áreas a outras pessoas que também são especialistas e referências, como ela é na sua.

O Neymar não precisa ser bom investidor, ele contrata alguém capacitado para administrar seu dinheiro. Warren Buffett não precisa entender de tecnologia e aplicativos para celular, Bill Gates não precisa entender sobre carros, Paulo Coelho não precisa ter conhecimentos sobre construção civil, Silvio Santos não precisa entender de moda.

Dedique o seu tempo em apenas uma área. Seja bom nisso. E não precisará se preocupar com outras coisas. Delegue tudo aquilo que se encontra em áreas que não são do seu interesse.

Thomas Edison, foi considerado burro por seus professores da escola porque era pego distraído com frequência, mas a sua “burrice” não impediu de inventar várias coisas que contribuíram com o futuro da humanidade.

rapper EminemEminem foi reprovado três vezes na escola até desistir, sofreu bullying, foi despedido de um restaurante que trabalhava (ganhando apenas U$5,50 por hora) no dia do aniversário de sua filha, e logo antes do natal. Mas isso fez ele voltar a sua atenção ao que amava, a sua válvula de escape, ao seu sonho, e escrever a música “Rock Bottom” (Fundo do Poço) e posteriormente se tornar um dos rappers mais bem sucedidos do mundo.

“Hip-hop salvou minha vida, cara. É a única coisa que eu já fui pelo menos decente. Eu não sei fazer outra coisa.” ~ Eminem

Circulo de CompetenciaJ.K. Rowling disse que ela era “o maior fracasso que já conheci” e credita grande parte do seu sucesso a este fracasso. Ela estava sem dinheiro, não se saia bem em nenhum emprego, e acabou decidindo fazer a única coisa que amava, que era escrever a história que ela tinha em sua cabeça — Harry Potter.

No seu discurso em Harvard, J.K. Rowling disse o seguinte, “A falha é feita para arrancar o dispensável. Eu parei de fingir para mim mesma que eu era algo além do que eu era, e comecei a direcionar toda a minha energia para finalizar o único trabalho que importava para mim. Se eu tivesse tido sucesso em alguma outra coisa, provavelmente eu nunca teria encontrado determinação para ser bem sucedida na área da qual eu realmente pertencia. Eu me tornei livre, porque o meu maior medo finalmente tinha se concretizado, e eu ainda estava viva, e ainda tinha uma filha que eu adorava, e eu tinha uma velha máquina de escrever, e uma grande ideia. Por isso o fundo do poço se tornou uma fundação sólida da qual eu reconstruí minha vida.”

Conclusão

Chega de pular de galho em galho. Dedique-se a uma coisa e se torne referência nela. Não importa o que seja. Delegue todo o resto. Tenha foco.

Algumas pessoas acham que foco significa dizer sim para a coisa em que você irá se focar. Mas não é nada disso. Significa dizer não às centenas de outras boas idéias que existem. Você precisa selecionar cuidadosamente. ~ Steve Jobs

 

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA