Como eu quadrupliquei meu patrimônio com imóveis!

823

Oi, meu nome é Tim. Tenho 34 anos de idade.

Um antigo colega de trabalho me apresentou a sua “sociedade secreta” alguns anos atrás, declarando que ele poderia fazer o que quisesse na vida – até mesmo se aposentar naquele mesmo dia – porque ele tinha alcançado a liberdade financeira.

Essa conversa grudou na minha cabeça, e a partir de então fiz da minha missão alcançar esse mesmo status.

Como estou chegando lá? Através de poupanças, um foco diligente em aumentar a minha renda, e bons investimentos imobiliários.

O início de um lindo relacionamento … com os imóveis

Eu estava estudando na Universidade do Texas em Austin quando executei o meu primeiro negócio.

Eu comecei a trabalhar em um site de e-commerce perto da época de natal no ano em que era calouro, e tive a sorte de ainda estar trabalhando lá quando a empresa abriu capital na bolsa na primavera de 1999.

Eu estava olhando algumas propriedades locais – onde estavam sendo construídas grandes casas personalizadas. Era bem no Lago Travis, e eu gostei da ideia de aproveitar a vida longe da cidade.

Uma combinação de intuição e pesquisa de mercado me levou a acreditar que aquela região estava subvalorizada – e o IPO da empresa em que trabalha foi o que precisava para fazer a compra. Então eu comprei algumas centenas de ações da minha empresa, e esperei até que o meu dinheiro aumentase 20%. Felizmente isso não demorou – em apenas poucas semanas, eu vendi metade por aproximadamente $3.000.

Eu juntei este dinheiro com outro que já tinha ganhado, e dei uma entrada  de 10% para comprar um terreno naquela região, o terreno custava $52.500.

Pisar dentro daquela propriedade e ser capaz de dizer, “Ela é minha!” foi muito bom. A partir deste momento, o lado emocional do meu cérebro não podia esperar para relaxar naquele local. O lado racional viu oportunidade de criar riqueza ali.

Passando alguns anos: eu me formei, arranjei emprego na área de vendas em uma das maiores empresas dos EUA – e queria comprar uma casa.

Mas eu não podia bancar os $400 da hipoteca do terreno que comprei e ainda arranjar uma nova de uma casa. Então decidi vender o terreno  e a hipoteca por $12.000 e usei o dinheiro para dar entrada em minha primeira casa em Austin.

Estava apenas no começo de minha aventura no ramo imobiliário. Dois anos depois a minha empresa me transferiu para Des Moines – seguida de outras três cidades ao longo de quatro anos. Em cada mudança a minha condição melhorava.

tim hendricksTim Hendricks / autor.

Eu aproveitei o dinheiro de auxílio de mudança – muitas vezes entre $30.000 – $50.000 – e vendendo as casas que estava vivendo e comprando uma cada vez maior.

Aproveitei outra oportunidade: a empresa oferecia 2% do valor da casa caso eu conseguisse vendê-la em até 60 dias. Caso contrário, ela teria que comprar a casa de mim após o prazo de 60 dias, por isso ela tinha interesse em dar este incentivo.

Eu era capaz de vender as minhas casas dentro do prazo, então em cada mudança eu aumentava o meu patrimônio, lucrando com a venda, o dinheiro da mudança e o bonus da venda da casa.

Como resultado disso, eu tinha $30.000 de patrimônio quando estava na primeira casa, e em apenas quatro anos ele tinha aumentado para $80.000 – sem contribuir em nada neste valor do meu próprio dinheiro.

Eu tive uma boa oportunidade, mas após bons longos anos eu percebi que o meu coração estava em Austin, e fiquei cansado de me mudar.

Então sai de meu emprego, voltei para Austin e encontrei um emprego de consultor de vendas com um horário flexível. Pouco tempo depois, eu me casei com Maria, que trabalhava na área de vendas em uma grande empresa de bens de consumo.

Voltando para Austin, onde tudo começou, a minha paixão por imóveis duplicou.

Construindo o futuro – uma propriedade de cada vez

Eu estava me adaptando a minha nova vida no Texas, eu não conseguia parar de pensar no que meu ex-colega de trabalho havia dito, e no sentimento que ele descreveu sobre ser livre financeiramente.

Enquanto não tinha certeza se queria me aposentar cedo – somente o pensamento de poder escolher já me dava motivação suficiente.

Ainda que eu tenha ganhado um bom dinheiro, vivido gastando menos do que podia e poupado bastante, eu tinha dúvidas se tinha dinheiro o suficiente para me aposentar. A partir do momento que tive uma boa experiência com imóveis – mesmo que tenha sido comprando e vendendo as minhas próprias casas – eu cheguei a conclusão que esta era a minha saída.

O próximo passo racional, que eu determinei, seria entrar no mercado de locação – como locador.

E então eu e Maria fizemos isso em 2007, logo após casarmos. Nós compramos uma nova casa, e então alugamos a de Maria. Esse foi nossa primeira incursão nas propriedades para investimento – e não olhamos mais para trás.

Desde então, nós estamos comprando um imóvel por ano – um processo que inicialmente juntamos o dinheiro de nossa poupança com nossos aluguéis. Em 2009 melhorou ainda mais depois que consegui a licença para ser corretor, o que me permitiu passar a ganhar 3% de comissão ao invés de pagar.

Austin é um ótimo lugar para locação, cheio de locatários jovens. Felizmente, isso levou a um bom mercado até mesmo quando o resto do país estava sofrendo com a crise em 2010 e 2011.

Ainda mais, enquanto o mercado financeiro estava caindo, o número de locatários estava crescendo. E por causa que o número de locatários estava crescendo acima do preço de venda dos imóveis, eu tinha um grande número de clientes interessados em meu outro empreendimento imobiliário – uma empresa de administração imobiliária.

Eu aprendi muito administrando nossos próprios aluguéis – inclusive despejando inquilino – e percebi que podia ajudar outros a serem bem sucedidos. Hoje – quatro anos depois que eu fundei a minha empresa – Eu , com mais dois funcionários, administro 80 imóveis de outros investidores. Eu ajudo-os a encontrar bons imóveis, inquilinos confiáveis, recolher o aluguel, e administrar as casas.

No geral, estou muito feliz com o sucesso que tive – e os passos que eu e Maria demos para o nosso objetivo final de ter a liberdade financeira.

Graças a renda de Maria e os lucros da empresa, eu estive apto a sair do meu emprego na área de vendas  em 2011.

E agora nós estamos ganhando $11.000 de inquilinos todos os meses, com $6.000 indo direto para pagar as nossas hipotecas dos novos imóveis, fazendo com que cresça o nosso patrimônio. O resto cobre os impostos, seguros e manutenção – e ainda temos um capital de giro.

Nós pagamos as nossas hipotecas agressivamente, o mais rápido possível, então negociamos o prazo de 15 anos com um juros baixo. Estamos a caminho de ter 5 casas pagas quando estiver com 47 anos, e mais uma todo ano a partir de então.

Aí então o nosso patrimônio irá aumentar bastante porque seremos donos de todas essas casas e poderemos receber a maior parte do dinheiro do aluguel, sem ter que pagar hipoteca.

Como resultado deste incrível processo, Maria e eu fomos aptos a quadruplicar nosso patrimônio nos últimos cinco anos – e não há sinais que este crescimento irá diminuir.

Mesmo se eu não economizar mais nenhum centavo ou comprar outra casa, a infraestrutura que criamos fará com que nosso patrimônio cresca $72.000 por ano.

 

austin texas sixth streetWikimedia CommonsDusk on Sixth Street & Trinity Street, Austin, Texas.

 A criação de uma estratégia séria de investimentos

Ainda que o ramo imobiliário tenha sido a ferramenta que aumentou o meu patrimônio líquido, eu sei que este ramo não é para todos. Mas eu descobri alguns pontos em comum para ser bem sucedido no ramo imobiliário e em qualquer outro tipo de investimento.

Por exemplo, antes de eu fechar uma nova compra, eu sempre pensei em uma estratégia de saída no caso de um pior cenário possível do investimento. Com o meu investimento no primeiro terreno, eu queria revendê-lo e ganhar dinheiro. Mas se isto não tivesse funcionado, eu poderia vender o meu carro, continuado pagando a hipoteca e então construído uma casa nele.

Eu sabia que, financeiramente falando, eu sobreviveria se o pior acontecesse –  todo mundo deve ter uma margem de segurança antes de investir o seu dinheiro, seja comprando ações ou investimento na empresa de um amigo.

Eu também sempre me preocupei em calcular o ROI (Retorno sobre investimento) sobre cada imóvel calculando o valor do aluguel que eu poderia conseguir, pelo preço de compra.

Meu objetivo era ter um índice de 12 – ou seja, 12 anos seria o máximo de tempo em que eu poderia receber o valor da casa em forma de aluguel. Isso explica porque eu nunca quis alugar uma casa de $300.000 por apenas $1.500 por mês – demoraria muito tempo até eu recuperar o dinheiro.

Este é um princípio que você poderia usar para qualquer comprometimento financeiro. Pegue a sua faculdade: é importante se certificar que você não gastará mais com a mensalidade do que receberá em salário mensalmente após formado.

Ultimamente, por acreditar muito na minha estratégia, eu me certifiquei de aprender o máximo possível sobre imóveis – assim como qualquer um fará uma pesquisa antes de mergulhar em qualquer investimento.

Sinceramente, eu acho que fiquei tão empolgado em me dar bem no ramo imobiliário porque esta é a minha versão do Sonho Americano. No fim das contas, eu tive bons modelos para me inspirar.

Meus sogros imigraram do México para os EUA quando eles eram adolescentes. Eles começaram como trabalhadores rurais, mas assim que aprenderam inglês, eles se mudaram para a cidade, e então a oportunidade de emprego se abriu.

Eles trabalharam incansavelmente  – minha sogra no ramo de alimentação e então no varejo, e meu sogro iniciou no ramo de construção. Mesmo que eles não tenham muito, eles, de maneira habilidosa, investiram em imóveis e aumentaram o seu patrimônio líquido consideravelmente.

Eles começaram de maneira simples: Viveram em um trailer alugado, mas economizaram o suficiente para comprá-lo – e depois o terreno em que ele estava. E então eles alugaram o espaço do terreno para acomodar mais três trailers.

Isso já faz um bom tempo, claro, e eles moravam em Amarillo, onde há um custo de vida muito baixo – então eles só pagavam poucos milhares de dólares pelo terreno. Mas eles mesmos faziam a manutenção e cobraram aluguel o bastante para pagar a dívida em poucos anos.

Assim que eles viraram donos do terreno sem dívidas, eles compraram uma pequena casa, que também pagaram rapidamente. E então eles se mantiveram deste jeito por anos. Se mudaram, trabalharam duro para pagar a casa em cinco a oito anos, alugava, e começava novamente.

O resultado final? Eles foram capaz de pagar faculdade para os três filhos e criar um portfólio grande o bastante para se aposentarem.

Essa história de sucesso foi uma grande inspiração para Maria e eu seguirmos em frente – e provar o poder do investimento em imóveis.

Se os pais de Maria alcançaram a liberdade financeira com tão poucos recursos, quanto nós poderíamos fazer com os nossos próprios?

Eu mal posso esperar para ver.

Fonte: http://www.learnvest.com/2015/02/story-of-a-self-made-real-estate-mogul-i-quadrupled-my-net-worth-in-five-years/#ixzz3S6dALHpg

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA