Frases que Mostram Porque o Investidor deve Contrariar o Mercado!

315

1. “Estar certo não te levará a ter desempenho superior, se a previsão consensual também estiver correta.” ~ Bill Gurley (Capitalista de Risco do Vale do Silício)

Andy Rachleff (investidor do eBay, Uber e Snapchat) também colabora com este ponto de vista: “O que a maioria das pessoas não percebem é que se você estiver certo e participa de um consenso, você não ganha dinheiro”. 

Charlie Munger, investidor e sócio de longa data de Warren Buffett também compartilha o mesmo ponto de vista, explicando que não tem como superar o desempenho de um grupo de pessoas, se você faz parte deste mesmo grupo, e toma as mesmas atitudes.

Ser apenas do contra também não é garantia de sucesso. Você deve ser capaz de enxergar coisas onde ninguém mais vê. E como você pode fazer isso? Lendo, estudando e pensando mais do que todas as outras pessoas. Esta é a fórmula de sucesso de Buffett.

Se você não é capaz de fazer isso, Buffett lhe indica outra solução. Investir em um índice de mercado que cobra taxas baratas para administrar o seu dinheiro. Se você apenas acompanhar o desempenho mercado, ja estará melhor do que grande parte das pessoas.

Mas contrariar a multidão não é tão fácil quanto parece, já que o investidor está sempre lutando por aprovação social.

Robert Cialdini (Autor do Best-Seller Armas da Persuasão): “A necessidade de aprovação social é mais forte naquelas pessoas que não se sentem familiarizadas ou se sentem inseguras em uma determinada situação e que, consequentemente, tem que olhar para fora de si para observar como elas devem melhorar o seu comportamento.”

Seguir a manada é instintivo, é confortável. E é por isso que é tão difícil agir de forma contrária.

3. “Investimentos podem ser explicados com uma matriz de 2 x 2. Em uma coluna você pode estar certo ou errado. E em outra coluna você pode estar a favor ou contra a multidão. Obviamente se você estiver errado, você não ganha dinheiro. O único jeito de ter um bom desempenho como investidor ou empreendedor é estando certo e contra a multidão.” ~ Andy Rachleff

Buffett fala sobre isso em relação ao mercado de ações: “A maioria das pessoas se interessam por ações quando todos estão interessados. A hora de ficar interessado é quando ninguém mais interessa. Você não consegue se sair bem quando compra o que é popular.”

Charlie Munger também dá a sua opinião: “Para que uma ação esteja mal-precificada, alguém deve ser tolo. Talvez isso seja ruim para o mundo, mas não é ruim para a Berkshire (sua empresa).”

As oportunidades de encontrar ações mal-precificadas não surgem sempre. As vezes o que você tem que fazer é esperar, e esperar, e esperar…até conseguir dar um tiro certeiro.

andy

4. “Para alcançar resultados superiores nos investimentos, a sua capacidade de reconhecer valor deve ser superior. Para isto, você deve aprender coisas que as outras pessoas não sabem, ver coisas de maneira diferente ou fazer um melhor trabalho ao analisar estas coisas — o ideal é que faça as três juntas. ˜ Howard Marks (Investidor com Patrimônio > U$1 bilhão)

5. “Para ganhar dinheiro, você deve encontrar algo que ninguém mais saiba, ou fazer algo que ninguém mais faz porque estas pessoas tem uma mentalidade rígida.” ˜ Peter Lynch (Investidor admirado por Warren Buffett)

6. “Se alguma coisa ja é consenso então o dinheiro já foi para ela e a oportunidade de lucrar já acabou. E por definição o Venture Capital, se você estiver fazendo isto de maneira correta, é investir continuamente em coisas que não-consensuais na época que você está investindo. E deixe-me traduzir não-consensuais: em termos práticos, isso se traduz em loucura. Você está investindo em coisas que parecem ser loucura investir”. “Toda arte do Capital de Risco, na nossa opinião, é o grande avanço de idéias. A natureza de uma grande idéia é que elas não são previsíveis. A maioria das tecnologias/empresas que romperam o mercado pareciam loucas a primeira vista: PCs, Internet, Bitcoin, Airbnb, Uber, 140 caracteres. Tinha que ser um produto radical. Tinha que ser algo que, quando as pessoas olhassem, primeiramente diziam, ‘Não entendo. É muito estranho, muito incomum’.” ~ Marc Andreessen

7. “Estar disposto a tomar inteligentemente este salto de fé é uma das principais diferenças entre as empresas de capital de risco que geram os maiores resultados – e todas as outras. Infelizmente a natureza humana não está confortável em correr risco; então a maioria das empresas de capital de risco querem bons resultados sem risco, o que não existe. Como resultado disso, frequentemente elas acabam entrando em uma fila secundária enquanto outras pessoas estão ganhando muito dinheiro em coisas que a maioria das pessoas inicialmente pensaram que era loucura. A maioria dos meus colegas neste ramo de capital de risco pensaram que a gente era louco quando investimos no eBay. ‘É sério isso? Como isto pode ser um negócio?.” ~ Andy Rachleff

…E Marc Andreessen acrescenta: “Idéias que arrebentam se parecem loucas. É difícil pensar desta forma – eu vejo a linguagem corporal de outras pessoas, e eu posso sentir a minha, quando algumas vezes eu sinto que não deveria nem me importar se vai funcionar ou não, eu não posso aceitar mais mudanças. Google, tudo bem. Twitter, tudo bem – mas, Airbnb? As pessoas ficarem na casa de outras pessoas sem que haja um monte de assassinatos de machados?”

A maioria das coisas que se parecem loucas, de fato são. É a habilidade de usar um padrão cognitivo desenvolvido ao longo do tempo que faz enxergar negócios entre estas loucuras. Se algo da certo, dá muito certo. A startup ideal para uma empresa de capital de risco consiste e ser um pouco louca e ter grande potencial de ganho.

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA