10 Motivos Pelos Quais a Sua Loja Virtual Não Vende!

207

Uma loja virtual é um ótimo meio de conseguir vender sem tantas despesas. Afinal você pode vender produtos no mundo inteiro sem precisar de uma grande equipe ou grande estrutura para operar. Para o negócio atingir escala, você não precisa investir muito dinheiro como em lojas físicas.

As expectativas de faturamento no e-commerce para o ano de 2016 no Brasil é de R$56,8 bilhões, através de 190,9 milhões de pedidos com ticket médio de R$298 cada. Mas ainda assim milhões de lojas virtuais estão tendo dificuldades de fazer vendas e se tornarem lucrativas.

Se você se encontra neste meio, aqui estão 10 erros muitos comuns que podem ser a razão do seu problema para vender.

1. Qualidade de imagens ruins e produtos sem descrição

Ao comprar um produto na internet, você não consegue pegar nas suas mãos para ver como ele é e como funciona. Por isso o mínimo que deve ter é uma imagem confiável e de boa qualidade.

Por incrível que pareça muitos vendedores ainda cometem este erro básico. Anuncia produtos com fotos ruins, escuras, de baixa qualidade. Muitos clientes deixam de comprar apenas por este detalhe.

A falta de descrição também é um problema. O consumidor muitas vezes não quer entrar em contato para tirar dúvidas a respeito do produto. Por isso, se o seu produto não for descrito com todas as características possíveis, provavelmente o seu cliente em potencial irá comprar do seu concorrente.

Além disso, quando você não tem boas fotos e boa descrição, você anula as compras por impulso. Que é quando o cliente vê um anúncio bem feito e deseja ter o produto mesmo sem precisar de fato.

“A razão pela qual parece que os consumidores se importam apenas com o preço…é porque você não mostrou para eles nada além disso.”escreve Seth Godin, autor do livro All Marketers are Liars (Todos os marqueteiros são mentirosos).

2. Faltando informação para Contato.

O contato pode parecer algo sem grande importância, mas limitar ele em seu site faz com que os seus clientes fiquem bem desconfiados. Os seus clientes querem saber onde poderão te encontrar se tiverem algum problema. Se você esconder a informação do seu endereço (mesmo para lojas apenas virtuais) e o telefone, você nunca terá uma empresa consolidada no mercado.

3. Um processo complexo para concluir a compra.

Quando o cliente quer comprar um produto, ele quer que o processo de compra seja mais rápido possível. É como enfrentar uma grande fila no supermercado. Dá preguiça, o cliente fica querendo deixar o produto lá e ir embora para a casa.

Assim acontece com as lojas virtuais que colocam várias fases para concluir a compra. O cliente acaba desistindo. Informações como data de nascimento e algumas preferências não devem ser obrigatórias também para que o cliente conclua a sua compra.

Dê a opção para o seu cliente comprar sem precisar se cadastrar na sua loja virtual. Deixe a opção de cadastro disponível, mas a decisão de se cadastrar ou não sempre deve ser do seu cliente.

4. Esconder o frete até o momento de concluir a compra.

Este é o principal motivo dos abandonos dos carrinhos de compra nas lojas virtuais. O frete deve ser mostrado antes mesmo do cliente clicar em comprar. Deve ter a opção de inserir o  CEP para calcular o frete. Aliás, os fretes pagos de maneira geral, são grandes responsáveis  por desistência de compra. Pense em formas de aliviar isso para o seu cliente.

5. Navegação desagradável.

No ano de 2016, a maioria das pessoas já acessam loja virtual através dos seus smartphones. Se a sua loja virtual não possui a versão para celulares, e ainda possui botões muito pequenos, você já largou atrás.

Os botões pequenos dificulta todo o processo de compra e pesquisa dentro do seu site. Inevitavelmente isso fará com o que o cliente perca a paciência e vá comprar em outro lugar.

O Google recomenda que os botões e áreas de clique dentro de um site tenha pelo menos 48 x 48 pixels.

6. Os clientes não sabem o que fazer.

Mesmo dentro de uma loja virtual, você tem que deixar claro como o site funciona. Para ter a experiência de como um site deve ser, basta navegar no site da Amazon. Você não tem dificuldades em descobrir como tudo funciona, e como você poderá comprar dentro dele.

Não complique as coisas, veja o seu site com os olhos de um consumidor interessado em algum produto.

7. Você não está promovendo o seu site de maneira apropriada.

Sem um público alvo a sua loja virtual terá dificuldades em vender. Você tem que criar uma estratégia de marketing que utiliza redes sociais, marketing de contéudo e até mesmo pago para atingir as pessoas que você precisa como cliente.

Uma vez que os clientes começarem a comprar, incentive o seu cliente a qualificar ou escrever depoimentos para criar aprovação social da sua loja. As pessoas querem comprar onde as outras pessoas compram e aprovam.

8. Você não está engajando os seus consumidores.

Nenhuma característica de um vendedor é tão ruim quanto o temperamento agressivo. O vendedor que pressiona um cliente pode até vender, mas na maioria das vezes ele irá vender apenas uma vez.

Engaje os seus clientes e seguidores nas redes sociais e participe de debates relacionados a sua indústria. Seja um formador de opinião, se torne um especialista no assunto. As pessoas irão te procurar e te seguir porque você se tornou uma referência. E quando ela precisar do seu produto, será você que elas irão procurar para tirar dúvidas, e a partir daí, a venda será quase automática, sem pressão.

Mas lembre-se nunca pare de criar conteúdos interessantes para que você e sua loja virtual esteja sempre em evidência.

9. Você está mirando no público-alvo errado.

Talvez você esteja colocando muito esforço e dinheiro no lugar errado. O primeiro passo para uma venda bem sucedida é conhecer para quem você vende. Pare tudo o que estiver fazendo para saber isto antes de tudo.

Se você está planejando abrir uma loja virtual e está tratando de todos os detalhes antes mesmo de saber o seu público-alvo, você já começou de maneira errada. Pare tudo e primeiro busque conhecer os tipos de pessoas que irão comprar de você.

10. O preço não é certo.

Precificar produtos é uma coisa complicada. Se você coloca muito barato, as pessoas irão pensar que a qualidade de seus produtos é ruim, que é falsificado, etc. Se você colocar muito alto, elas irão comprar em outro lugar.

Esteja sempre por dentro do preço médio de seu produto no mercado, faça pesquisas constantemente para saber o que outras lojas virtuais estão vendendo e por quanto é. Evite colocar preços muito diferentes daqueles praticados por outros vendedores.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA