13 Coisas que Pessoas Mentalmente Fortes Não Fazem!

4867

As pessoas mentalmente fortes sempre foram fontes de admiração e inspiração. Livros são escritos sobre as suas vidas, coisas que pareciam impossíveis foram feitas por este tipo de pessoa. Sem uma mente forte, o ser humano não é capaz de suportar todas as pressões que sofrem quando vivem situações decisivas e arriscadas. Sem uma mente forte, uma pessoa é enganada, corrompida ou desmotivada. A mente é, e sempre será, a ferramenta mais importante para alcançar qualquer posição de prestígio no mundo.

Existe um livro escrito por Amy Morin, e cujo título traduzido em português é “13 Coisas que as Pessoas Mentalmente Fortes não Fazem.”

 

Eu peguei a lista das 13 coisas deste livro e comentei sobre elas. Se você pesquisar no Google, verá que muitos outros sites também publicaram um artigo com estas 13 coisas, mas achei os comentários sobre cada item muito superficiais, por isso farei os meus próprios comentários.

1 – Pessoas mentalmente fortes não perdem tempo sentindo pena de si mesmas.

Por que você deveria sentir pena de si mesmo? O que você ganha com isso? Eu digo o que você ganha: nada.

Mas sei dizer o que você perde: admiração e respeito de outras pessoas, porque elas te acharão fraco e no fim das contas terão até raiva da sua falta de atitude. Você perderá tempo que poderia estar produzindo ou aprendendo alguma coisa realmente útil.

Sentir pena de si mesmo é o sentimento mais ridículo do mundo, depois da inveja. Nenhum lutador fica lamentando por muito tempo a derrota. Eles voltam a treinar mais pesado ainda para darem a volta por cima. Se o baque for muito grande, você até pode se conceder algum tempo para lamentações. Já vi relato de um lutador de MMA que dá para si mesmo um prazo de 24 horas para se sentir tristes com uma derrota ou um problema de vida. Depois, no dia seguinte, ele toma as ações necessárias para continuar seguindo em direção aos seus objetivos.

2 – Elas não abrem mão de seus poderes de decisão.

Você não deve deixar ninguém controlar a sua vida e as suas atitudes. Mas aqui tem um problema. É fácil evitar que pessoas desconhecidas e sem importância não te controlem. Mas e quando se trata de pessoas que você se importa?

Quantos homens você já viu afundar por causa de características manipuladoras e egoístas de suas mulheres? Quantas mulheres também afundaram por terem homens com estas mesmas características cruéis?

Quantos filhos são anulados pelos pais, irmãos, mães? Quantos funcionários são anulados pelos chefes, colegas? Quantos alunos são anulados por professores e outros alunos?

A boa notícia é que dá para enxergar esta situação e dar a volta por cima. Analise o que está acontecendo com a sua vida e não deixe que ninguém diga como você deve viver a sua vida. O nosso tempo na terra está correndo e você não viverá outra vez. Quer passar por aqui sem fazer nada relevante apenas vivendo conforme as expectativas de outras pessoas?

Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. Não fique preso pelo dogma – que é viver pelos resultados do que outras pessoas pensam. Não deixe o ruído da opinião dos outros afogar a sua voz interior. E o mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo mais é secundário. ~ Steve Jobs

3 – Pessoas mentalmente fortes não evitam mudanças. Elas abraçam o inevitável.

Mudar é uma das coisas mais difíceis da vida. Mudar de cidade, de emprego, de relacionamento e de profissão, são decisões que amedrontam qualquer um. E existe dois gatilhos para mudanças: insatisfação ou obrigação.

Muitas vezes, mesmo sem coragem, nós somos obrigados a mudar. Se você for despedido ou a sua empresa quebrar, você será obrigado a procurar outro emprego, independente da sua vontade ou coragem.

Mudar pela insatisfação é um ato muito mais corajoso, porque na verdade você não é obrigado a mudar. Você muda apenas se quiser,  se tomar atitude. E aí está o ponto onde separa as pessoas fortes mentalmente das fracas. As fracas não tomam a atitude. Elas passam a vida reclamando e nunca evoluem. Continua estagnadas e as únicas mudanças que acontecem na sua vida são aquelas mudanças que elas foram obrigadas a fazer. Mudanças que não partiram da decisão delas.

Mude ou você ficará para trás. Porque o mundo e a sociedade em que você vive está constantemente mudando.

“A mudança é a lei da vida. Aqueles que olham apenas para o passado ou para o presente serão esquecidos no futuro.” ~ John F. Kennedy

4 – Elas não focam em coisas que não podem controlar.

Conheço pessoas que passam o tempo inteiro reclamando do Brasil. Reclamam dos políticos, da violência, da falta de infraestrutura, dos vizinhos. Não vou ser hipócrita e fechar o olho para os milhares de problemas que nosso país tem, mas o que você ganha focando em coisas apenas com o objetivo de reclamar, e sem fazer nada realmente para mudar a realidade? A lógica é simples. Se você está insatisfeito, você faz algo para resolver o problema.

Reclamar tem o mesmo problema de sentir pena de si mesmo. Faz você perder tempo e admiração das pessoas, sem ganhar nada em troca.

5 – Pessoas mentalmente fortes não se preocupam em agradar a todos.

Quando você sempre diz sim para outras pessoas, muitas vezes estará dizendo não para si mesmo. E quem é a pessoa mais importante da sua vida?

Fazer coisas para agradar não tem problema algum. Mas tem que ser na medida certa para você não se tornar um fantoche e estar sempre em segundo plano na vida das pessoas, ou ser visto como um puxa-saco e inseguro. As pessoas admiram pessoas que tem objetivos e que não abre mão deles. Satisfaça vontades desde que isso não prejudique a sua própria vida. Até porque, você nunca conseguirá agradar plenamente ninguém

6. Elas não tem medo de assumir riscos calculados.

As pessoas mentalmente fortes sabem que viver já é um risco, e que você deve estar diposto a correr algum risco para ter coisas que a maior parte das pessoas não tem.

As pessoas fracas tem medo de tudo. Elas permanecem em empregos ruins reclamando o tempo inteiro do baixo salário e do modo que vivem. Não tentam mudar de nenhuma forma. Não investem fora da renda fixa (que tem juros baixíssimos) porque tem medo de perder dinheiro. Não abrem um negócio por medo de perder dinheiro. Dizem que para abrir empresa no Brasil tem que ser muito rico ou doido. Para mim, a maior loucura é desperdiçar a vida em empregos horríveis e que paga mal apenas por uma falsa estabilidade.

“O maior risco é não se arriscar. Em um mundo que muda muito rápido, a única estratégia em que a falha é garantida é não arriscar.” ~ Mark Zuckerberg

Relacionado: Resiliência Mental: 6 Técnicas dos SEALs da Marinha Americana!

7. Pessoas mentalmente fortes não lamentam o passado.

Lamentar o passado tira o seu foco do futuro. E a única coisa que você pode mudar é o futuro. Porque lamentar que você foi despedido se não conseguirá o seu emprego de volta? Que o seu relacionamento não deu certo? Que você foi roubado? Nada disso fará você ter as coisas que tinha de volta. As pessoas mentalmente fortes olham para a frente e tentam melhorar as coisas que virão. O passado não importa mais.

“Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim.” ~ Chico Xavier

8. Elas não cometem o mesmo erro muitas vezes.

Esta é incrível, porque eu conheço muitas pessoas que cometem os mesmos erros várias vezes e nunca aprendem. A vida delas é um ciclo, e elas reclamam dos mesmos problemas sempre!!!!

Quer nova vida? Adote novos hábitos, novos pensamentos, novas atitudes.

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.” ~Albert Einsten

9. Pessoas mentalmente fortes não ficam com inveja do sucesso de outras pessoas.

Ao invés disso, estas pessoas buscam enxergar quem teve sucesso como exemplo e como mentor.

Steve Jobs foi mentor de Mark Zuckerberg logo quando o Facebook foi lançado. Eles se encontravam para discutir as melhores formas de negociar e administrar uma empresa. Quando Steve Jobs morreu, Mark Zuckerberg escreveu em sua página do Facebook: “Steve, obrigado por ser meu mentor e amigo. Obrigado por mostrar que o que você cria pode mudar o mundo. Eu sentirei saudades.”

Napoleon Hill se tornou um garoto rebelde após a morte de sua mãe, mas teve a sorte de ter uma madrasta que fez ele dedicar toda a sua energia que era aplicada em atividades inúteis para a escrita, ao presenteá-lo com uma máquina de escrever. Napoleon Hill acabou se tornando repórter, e este caminho o levou a conhecer Andrew Carnegie, um dos empresários mais bem sucedidos da época e, sem dúvida, repleta de características comuns das pessoas mentalmente fortes.

Andrew Carnegie convenceu Napoleon Hill a escrever os hábitos que levaram centenas de pessoas ao sucesso, incluindo os seus próprios hábitos. Napoleon Hill passou mais de 20 anos de sua vida trabalhando nessa obra. Entrevistou mais de 16.000 pessoas dentre elas os 500 milionários mais importantes da época e que mostraram a ele a fonte de suas riquezas.

Foi consultor de Relações Externas da Casa Branca durante o mandato do Presidente Woodrow Wilson e também o responsável por escrever e preparar os célebres discursos pronunciados pelo Presidente Franklin Delano Roosevelt durante seu mandato.

Finalmente concluiu seu livro em 1928, chamado “A Lei do Triunfo”. Este livro com 86 anos de idade ainda é um dos livros mais estudados no mundo! Não é preciso dizer que Napoleon Hill se tornou muito bem sucedido escolhendo ter mentores, ao invés de inveja.

A minha mãe me deu ele quando tinha 17 anos, e posso dizer que este livro mudou a minha vida, principalmente porque a partir dele eu comecei a me interessar sobre vários outros livros que me levaram a aprender muitas coisas úteis. Foi, sem dúvidas, um dos livros mais importantes que eu já li!

É sempre melhor imitar um homem bem sucedido do que invejá-lo” ~ Napoleon Hill

10. Elas não desistem após a primeira falha.

As pessoas mentalmente fortes muitas vezes são vistas como teimosas, porque todas elas possuem a persistência como característica em comum. Aqui eu poderia colocar milhares de exemplos de pessoas que persistiram mesmo quando a situação parecia impossível. Mas a lógica é simples: ninguém desiste de algo se a vontade for grande o suficiente.

Você não desiste da pessoa que ama apenas na primeira briga. Se você pensa em desistir só porque a situação tá difícil, mude de ramo e faça o que realmente gosta.

As pessoas que querem muito algo, não desistem porque simplesmente não existe essa opção. Se ela tirar o objetivo de sua vida, não existirá mais vida. Porque ela passa o tempo inteiro pensando neste objetivo.

Vou repetir: não existe a opção de existir porque ela nasceu para isso. Ela não se vê fazendo outra coisa. Conor Mcgregor disse que não se via fazendo outra coisa além de lutar MMA, e que era um péssimo funcionário nos outros empregos que teve por necessidade. Provavelmente todas as pessoas que se tornaram referência em suas áreas também não se imaginavam fazendo outra coisa.

11. Pessoas mentalmente fortes não tem medo da solidão.

Sobre a solidão eu gosto muito de dois trechos que li no livro Nietzsche para Estressados, de Allan Percy:

“Os verdadeiros desbravadores devem estar sempre dispostos a percorrer sozinhos boa parte do caminho. Na vida, existem momentos para se andar em grupo – na escola ou na universidade, entre amigos, com seu parceiro – e momentos em que o indivíduo precisa ser capaz de tomar o próprio rumo no bosque das decisões. Quando passamos sozinhos por um trecho crucial, sentimos medo, pois temos que carregar toda a responsabilidade pelos nossos atos. Não há ninguém por perto a quem possamos culpar se algo der errado. E, no entanto, também nos sentimos cheios de coragem. Alguns viajantes comentam a sensação de força que experimenta aquele que se separa do grupo. Enquanto está com os demais, sua vontade se dilui. Mas, quando toma as próprias decisões, em silêncio, ele se sente senhor do seu destino. De repente, percebe que está extraordinariamente atento ao que acontece ao redor. Em algum momento você terá medo, mas a consciência de sua própria força será compensadora. Como dizia Nietzsche: “Ser independente é para poucos. É um privilégio dos fortes.”

“Nos núcleos urbanos, encontramos cada vez mais solteiros e gente que se sente só. Para evitar que a solidão seja notada, essas pessoas deixam a televisão ligada o dia todo, fi cam horas e horas navegando na internet ou se entregam a qualquer outra atividade que dissimule o silêncio. No entanto, também existe uma solidão criativa, que aproxima o indivíduo de uma grande fonte de energia positiva. Quando nos desligamos do mundo por algumas horas, nos conectamos ao nosso manancial de sabedoria interior. É uma peregrinação em direção a nós mesmos, que assusta os que nunca a praticaram. Acostumados ao ruído do mundo, que confunde tudo, muitos têm medo de estar consigo mesmos. Para evitar esse encontro íntimo, buscam qualquer maneira de se “distrair”. Mas queremos nos distrair do quê? Deveríamos temer alguma coisa? Talvez se trate unicamente de não pensar, de evitar perguntas que precisamos fazer a nós mesmos. As transformações nos assustam. E a solidão é, justamente, a pista de decolagem das grandes mudanças, o palco onde nos equipamos para renascer em uma nova viagem vital.”

Para tomar as decisões corretas na vida , você deve entrar em contato com a sua alma. Para fazer isso, você deve experimentar a solidão, que é o que as pessoas mais temem, porque no silêncio você ouve a verdade e conhece as soluções. ~ Deepak Chopra

12. Elas não acham que o mundo devem alguma coisa a elas.

As pessoas gostam de reclamar como se nascessem cheias de direitos. Elas não são gratas simplesmente por terem tido oportunidade de pisar [na maioria das vezes] em um país onde você tem liberdade de escolha e pode falar e fazer tudo, desde que não viole o direito e a integridade de outras pessoas.

Muitas pessoas são injustiçadas, mas a maioria delas reclamam de barriga cheia.

As pessoas mentalmente fortes sabem que elas são as únicas responsáveis por suas próprias vidas. Elas sonham em viver de uma determinada forma, e corre atrás do que for necessário para que esse sonho se concretize. Elas não colocam a responsabilidade nas costas de terceiros.

Existe uma carta excelente escrita por um juíz americano chamado Philip B. Gilliam que foi publicada em um jornal de Denver em 6 de dezembro de 1959 que serve muito bem para aquelas pessoas que nasceram cheias de privilégios, não contribuem com nada e ainda reclamam. A carta chama “Open letter to Teen-ager” (Carta aberta ao adolescente, em tradução livre), segue assim:

Nós sempre ouvimos o choro lamurioso do adolescente. O que nós podemos fazer? … Para onde podemos ir?

A resposta é VÁ PARA A CASA!

Pendure as janelas de tempestade, pinte a madeira. Rastele as folhas, corte o gramado, limpe a calçada. Lave o carro, aprenda a cozinhar, esfregue o chão. Conserte a pia, construa um barco, arranje um emprego.

Ajude o ministro, padre, ou rabino, a Cruz Vermelha, o Exército de Salvação. Visite os doentes, ajude os pobres, faça os seus deveres. E então quando você tiver acabado — se não estiver muito cansado — leia um livro.

Seus pais não te devem entretenimento. A sua cidade não lhe deve atividades recreativas.

O mundo não lhe deve uma vida…Você deve algo ao mundo.

Você deve a ele o seu tempo e a sua energia e os seus talentos para que ninguém esteja na guerra ou na pobreza ou doente ou solitário novamente.

Cresça; pare de ser um bebê chorão. Saia do seu mundo de fantasias e desenvolva uma casca-grossa, não uma pele frágil, e comece a agir como uma pessoa responsável. Você é importante e necessário. É muito tarde para se sentar e esperar que alguém faça algo algum dia. Algum dia é agora e este alguém é você!”

13. Pessoas mentalmente fortes não esperam resultados imediatos.

Coisas importantes levam tempo. Ninguém faz sucesso da noite para o dia. Por trás de cada história de sucesso, existe anos de dedicação sem conhecimento. É como aquela frase que diz que você é recompensado em público pelo que pratica por anos nos bastidores.

Pessoas mentalmente fortes sabem esperar, mesmo que elas estejam sofrendo e passando por muitas dificuldades. Elas tem persistência, tenacidade e força de vontade suficiente para insistir quando todos duvidam, quando tudo indica o contrário.

Nada cresce do dia para noite, e isso não é nenhuma novidade.

“Paciência, persistência e transpiração cria uma combinação imbatível para o sucesso.” ~ Napoleon Hill

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA