Metodologia para Análise de Balanços de uma Empresa – Parte IV

1723

Este é o quarto post da série de avaliação de empresa. Você pode conferir o último clicando no link abaixo:

Parte 3: http://www.buyandhold.com.br/metodologia-para-analise-de-uma-empresa/

Avaliação de Empresa

O balanço patrimonial em geral

No balanço você pode verificar quanto a empresa tem em ativos, ou seja, dinheiro e propriedades, e quanto ela tem em passivos, o que ela deve para bancos, fornecedores, debenturistas, entre outros.

Não vou entrar em detalhes sobre o que significa as contas do balanço patrimonial, porque isso já estou fazendo na série de posts que começa AQUI.

Ciclo do Ativo Circulante: como se ganha dinheiro

O ativo circulante, também conhecido como ativo de giro, faz parte do ciclo de caixa de uma empresa: Caixa -> Estoque -> Contas a receber -> Caixa. Esse ciclo se repete continuamente, e é assim que uma empresa ganha dinheiro.

  • Caixas e investimentos de curto prazo: a primeira análise que deve ser feita, pois significa quanto a empresa tem e que pode “virar dinheiro” muito rápido, como por exemplo: certificados de depósitos bancários, letras de tesouro, investimentos que pode ser resgatados no banco, ações etc. Uma grande quantidade de dinheiro no caixa e investimentos de curto prazo pode significar três coisas: a empresa ganha muito dinheiro, acabou de vender um ativo valioso ou está com o dinheiro parado sem investir em lugar algum. A melhor das hipóteses sem dúvida é a primeira. Por outro lado, caixa fraco significa mercado de atuação competitivo, empresa com atividades pouco lucrativas e que será necessário pegar empréstimos e pagar juros, o que põe a empresa em risco. Não é um bom sinal, se a situação for constante. Perceba que eu dei ênfase porque há empresas que queimam o caixa fazendo ótimos investimentos. Por isso é recomendado analisar o balanço dos últimos 5 anos, no mínimo.
  • Estoque: a melhor situação é estoque acompanhando o crescimento dos lucros, principalmente se este crescimento for acentuado. Significa que a empresa está crescendo e vendendo bastante. Situações em que o estoque acumula e o lucro não cresce, ou que o estoque acumula bastante em um intervalo de tempo e depois some derrepente,significa que a empresa está atuando em mercados competitivos sujeito a expansões e retrações. Setores assim não são bons.
  • Contas a receber: essa conta é boa para ser analisar várias empresas de um mesmo setor e fazer uma comparação. Em setores muito competitivos, algumas empresas oferecem melhores condições de pagamento para ganhar vantagem em relação as concorrentes. Algo como “pague após 90 dias”. Neste caso, a empresa que terá um menor número de contas a receber (aliada, claro com boas vendas) tem grandes chances de ter uma vantagem competitiva, já que não tem que fazer malabarismos para atrair clientes.
  • Despesas pagas antecipadamente / Outros ativos circulantes: este item não nos oferece nenhum sinal relevante para análise. Apenas significa que a empresa tem um ativo, já que pagou determinada obrigação com antecedência.Aí estão as restituições de impostos que serão recebidas dentro do prazo de um ano, mas que ainda não estão com a empresa.
  • Ativo circulante total e o coeficiente de liquidez: este é um tipo de análise que pode ser feita, basta dividir o ativo circulante total pelo passivo circulante que você terá o coeficiente de liquidez da empresa. Um coeficiente de liquidez acima de 1 é considerado bom, e abaixo de 1, ruim. Abaixo de 1 significa que a empresa terá dificuldade de cumprir as suas obrigações de curto prazo com seus credores, e terá que tomar empréstimos a juros altos. Mas existe uma curiosidade em que grande parte das empresas que possuem uma vantagem competitiva durável tais como: Coca-Cola, P&G, etc que possuem um índice de liquidez baixo, muitas vezes até mais baixo que 1. Mas no caso específico de tais empresas, a explicação é que elas lucram tanto que elas não tem que se preocupar em “guardar” dinheiro para pagar as contas. Elas fazem investimentos lucrativos, recompram ações e isso faz com que o índice de liquidez abaixe. Mas não significa necessariamente que elas terão dificuldades para pagar as suas obrigações de curto prazo. Portanto, não leve apenas este item em consideração.

Ativo Imobilizado: Para Buffett não tê-lo pode ser uma coisa boa

O valor das propriedades de uma empresa, tal como fábricas e equipamentos, se encontram em seu ativo imobilizado. O lançamento corresponde ao seu valor original menos a depreciação acumulada.

Companhias que não tem uma vantagem competitiva de longo prazo muitas vezes investem muito em ativos imobilizados para se manterem competitivas. Elas tem que modernizar as suas fábricas que se tornam obsoletas rapidamente, e isso significa despesas constantes. Uma empresa com grande vantagem competitiva não precisa modernizar constantemente as suas fábricas. Veja o caso da coca-cola. Ela não precisa inventar tecnologias constantes para modernizar os seus produtos.

É o mesmo caso da Ambev. Em compensação, as companhias fabricantes de veículos devem criar novos produtos o tempo todo, mudar design e funções, gerando grandes gastos com investimentos. Warren Buffett diz que fabricar um produto consistente que não precisa mudar, significa ter lucro constante. A empresa pode usar o dinheiro para investimentos mais rentáveis, tais como comprar ações próprias ou expandir os negócios. Ao contrário daquelas que utiliza todo o seu caixa para se manter no mercado.

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA