Buy and Hold: porque o preço da ação importa

924

preço de açao

O preço da ação:

“Diz-se que, certa vez, um monarca do Oriente ordenou a seus sábios que inventassem uma frase, para sempre ser vista e que deveria ser verdadeira e apropriada a qualquer tempo e em qualquer situação. Eles lhe apresentaram as palavras: ‘E isso também passará’. Como elas são expressivas! Que golpe no orgulho! Que consolo nas profundezas da aflição! ‘E isso também passará.’ E no entanto, esperemos que não seja muito verdade” – Abraham Lincoln, discurso para a Sociedade de Agricultura do estado de Winconsin, Milwaukee, 30 de setembro de 1859, em Abraham Lincoln: Speeches and Writings, 1859-1865 [Abraham Lincoln: discursos e escritos, 1859-1865] (Library of America, 1985), v.II, p.101.

Muitos adeptos ao Buy and Hold defendem a teoria de que o preço da ação não importa. Para manter uma ação por muitos anos, bastaria escolher a ação de uma empresa com um ótimo produto e boas perspectivas.

Baseado nesta teoria, o investidor assume que os lucros desta determinada empresa crescerá em todos os próximos anos a seguir e a uma taxa que fará o seu dinheiro render mais do que qualquer outro tipo de investimento.

Isso faz tanto sentido quanto dizer que você chegará ao seu destino são e salvo em uma viagem de 500km de distância, a uma velocidade de 200 km/h, apenas porque tem uma Ferrari!

Digamos que um investidor tenha comprado ações da AMBEV hoje a R$87,30 (AMBV4 – 11/01/2013). Terá comprado uma excelente empresa, talvez uma das melhores do Brasil. Mas se ela manter nos próximos anos uma média equivalente ao lucro atual, o investidor irá demorar 27 anos e 10 meses para recuperar o seu dinheiro com o retorno dos lucros da companhia*! Contando com um cenário extremamente otimista, imagine que estes lucros irão crescer a uma taxa de 15% ao ano. O investidor levará quase 12 anos para recuperar o seu investimento. Terá um retorno anual de 8,33% sobre o seu capital sem descontar a inflação! Irá correr grande risco para ter um baixo retorno, confiando apenas na qualidade da empresa.

Uma excelente empresa não é a única responsável pelo aumento constante dos lucros. Fatores micro ou macroeconômicos poderá arruinar as suas previsões. Muitas variáveis devem ser levadas em consideração. Não seria mais sensato ter uma margem de segurança?

Pague um preço razoável por uma excelente empresa. Não se desespere com grandes valorizações temporárias  ou porque todos os seus amigos estão ganhando, menos você. Ao fazer um investimento, deve-se focar no longo prazo. E quando se trata de longo prazo, o desejo de não perder dinheiro se torna mais importante do que o desejo de ganhar dinheiro. O primeiro objetivo faz o o investidor tomar decisões sensatas e menos impulsivas.

Ao ver a grande alta de uma ação lembre-se do ditado: “E isso também passará.”  Terá motivação para esperar pelo momento certo e comprar o máximo de ações que puder. Como a frase do guru de Omaha: “Nunca disparei uma rebatida enquanto a bola ainda estava na luva do arremessador” (Warren Buffett)

*Existem diversos tipos de análises que devem ser levadas em consideração antes de escolher uma empresa. Utilizei a fórmula P/L (Preço/Lucro) para fazer uma análise básica e didática para que todos os leitores possam entender.